• ARTIGOS

    NOTÍCIAS E ARTIGOS

    PAGINA DEDICADA A INCLUSÃO DE CONTEÚDOS DE INTERESSE PUBLICO.

    Artigos, Normas, Instruções técnicas, Imagens, videos e muito mais.Leia mais

  • OBRAS

    PROJETOS CIVIS

    TRANQUILIDADE E CONFIANÇA PARA VOCÊ

    Elaboração e aprovação de projetos civis, habite-se, Regularizações, etc.Leia mais

  • PPCI

    PLANOS DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIO

    PROJETOS QUE VISAM O MELHOR CUSTO BENEFÍCIOS PARA O CLIENTE.

    Elaboração e execução de PPCI, Laudos e Treinamentos (RT14, Brigada, Etc).Leia mais

 Resultado de imagem para bem vindo png


Aqui na   RHODEN contamos com um quadro de profissionais

especializados e competentes para atender nossos clientes!

 

 

•  Prevenção de Incêndio ( PPCI, Alvarás, CLCB, Vistorias, Renovações…), Projetos em geral, Regularizações, Habite-se, Laudos técnicos, etc •

 

 

 Atendemos a capital Porto Alegre  e  região metropolitana do RS ( Cachoeirinha, Gravataí,  Canoas,  Esteio,

Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, entre outras cidades, Serra e Litoral ) – CONSULTE SUA CIDADE!

Imagem relacionada

 

 CONTATOS:

 

   Resultado de imagem para logo telefone  (51)  9 8245-3588  /  9 8329-5294 (Telefones e WhatsApp)   

 

      Resultado de imagem para logo email   E-MAIL: contato.rpc@hotmail.com
 

      Resultado de imagem para logo facebook    FACEBOOK:  https://www.facebook.com/rhodenprojetoseconstrucoes/ 
    

     Resultado de imagem para logo site   SITE :   http://www.rhodenprojetoseconstrucoes.com.br/ 

    Resultado de imagem para LOGO MENSAGEM EMAIL  CLIQUE AQUI E ENVIE AGORA MESMO SUA MENSAGEM ONLINE!

 

 

 

UMA ÓTIMA NOTÍCIA PARA VOCÊ !


Aqui na RHODEN o serviço é o mais ágil da região metropolitana

de Porto Alegre e ainda cobrimos qualquer orçamento!


 

Resultado de imagem para positivo   Clientes 100% satisfeitos!       

                                                                                                Venha ser nosso cliente!                              

 




lupa
IDENTIFICAR E IMPLEMENTAR SOLUÇÕES

Com as constantes mudanças das legislações e especificações de diferentes orgãos publicos, a grande maioria das organizações tem dificuladade em legalizar suas operações junto aos bombeiros, prefeituras, etc. A Rhoden conta com equipe multidiciplinar para identificar seu problema, planejar, projetar e implementar uma solução economica, e ainda, ainda treinar seu colaborador, sendo parceira na solução integral de sua demanda.


Agilidade
AGILIDADE E PRESTEZA

A Rhoden está em constante evolução e se mantem sempre em contato direto com os orgãos publicos e seus agentes fiscalizadores, desta forma, detem os melhores prazos para executar e aplicar no menor espaço de tempo todas soluções para resolver as necessidades apresentadas por seus clientes.

Não aceitamos burocracia, exigimos sempre agilidade para nossos clientes.


Projetos-1
DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

Conforme sua necessidade e atendendo a todas normas e especificações técnicas, a Rhoden com sua equipe multifuncional estuda a viabilidade e define o trabalho a ser feito e o pessoal envolvido na sua execução.

Na avaliação das demandas são elencadas as necessidades básicas do projeto e estimados todos provaveis custos.

A equipe, altamente capacitada, avalia e projeta de forma eficiente, para dar ao cliente a implementação mais econômica no seu processo.


QUE BOM VÊ-LO POR AQUI!

QUER DAR UM “UP” EM SEUS NEGÓCIOS? VOCÊ VEIO AO LUGAR CERTO!

 

PPCI (PLANO DE PREVENÇÃO E PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO) E  EQUIPAMENTOS DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIO

Com uma equipe tecnica qualificada para elaboração do PPCI, a Rhoden tem total competência e domínio dos processos necessários para adequação ou regularização de edificações, atendendo sempre aos padrões normativos brasileiros. O plano de prevenção consiste na indicação e descrição, por meio de plantas e memoriais, dos equipamentos obrigatórios para o combate de incêndio, sinalização e iluminação de emergência, sendo que para cada tipo de edificação existe uma classificação específica determinando o grau de risco de incêndio e consequentemente os equipamentos que são necessários para proteção da edificação e consequentemente de seus usuários. Uma edificação com o PPCI em dia, reduz drasticamente os riscos de incêndio, evitando catástrofes, salvando vidas e também problemas com seguradoras. Após a elaboração do plano de prevenção, que é feito obedecendo critérios descritos nas normas técnicas vigentes, a edificação deve se adequar, instalando ou verificando a conformidade dos seus equipamentos de segurança obrigatórios. O PPCI é um instrumento indispensável para os bombeiros no combate a incêndios, pois as plantas mostram a localização dos equipamentos, rotas de fuga e acessos, facilitando o combate ao sinistro.

 

PROJETOS CIVIS / REGULARIZAÇÃO / HABITE-SE

A Rhoden tem o projeto certo para cada tipo de cliente, e os projetos civis são a forma de escrever/descrever uma construção, seja ela existente ou inexistente. Quando a edificação já esta pronta, estes projetos podem ter carater  de ampliação, reforma ou regularização, ou se forem de uma edificação a construir tem na fase de projeto suma importancia para a obtenção dos melhores resultados para atender as necessidades do Cliente. Na fase de produção, são concebidos juntamente ao proprietrio e equipe multidiciplinar todo seu plano de negocio para que ele tenha 100% da sua necessidade atendida, sempre valorizando cada detalhe no funcionamento da sua residência, comercio ou industria.

 

TREINAMENTOS

Estamos prontos a proporcionar treinamentos altamente especializados e customizados para nossos clientes, garantindo atendimento pleno de 100% da Legislação, com excelentes resultados para promoção da segurança do trabalho sem perda de produtividade. As atividades são sempre ministradas por profissionais altamente capacitados e devidamente credenciados para emitir os certificados de cada curso.

 

DESENVOLVEMOS SOLUÇÕES

ESPECIALISTAS FAZEM MELHOR E MAIS BARATO.

 O mercado espera resultados rapidos e efetivos, com equipe experiente na sua area de atuação, a Rhoden esta situada em Cachoeirinha, mas atua em toda região metropolitana e tem muito a colaborar com a sua empresa, atuamos fortemente na area de PPCI, projetos civis e obras. Nós da Rhoden, acordamos todos os dias pensando e elaborando estratégias que ajudem empresas a aumentar seu faturamento. Essa é a nossa essência.

TRANQUILIDADE PARA SUA EMPRESA.

ELA EXISTE E ESTÁ DISPONIVEL E AO SEU ALCANCE.

Para quem vai construir um imóvel é necessário estar atento à legalidade perante o município, conforme prevê a legislação. Os processos de construção precisam ser analisados e aprovados pelos departamentos de Engenharia, Habitação e Bombeiros, para a segurança do que pode ser feito em termo de construção no local, detalhes importantes para elaboração do projeto. O Habite-se, por exemplo é emitido quando a obra é concluida e a liberação de alvará depende do documento.

CRIANDO SOLUÇÕES

O DIFERENCIAL ENTRE O SEU NEGÓCIO E OS DEMAIS

Segurança, eficiência e produtividade pautam as empresas hoje em dia, a Rhoden sabe disso e trabalha para sua tranquilidade. Você já tem preocupações demais para ter que se envolver em cada demanda que aparece, a Rhoden da o suporte que você precisa em todas esferas, tanto de legalização Civil nos orgãos competentes, como de prevenção a sinistros com projetos e toda instalação de PPCI, também atuamos com treinamentos que lhe darão tranquilidade de uma equipe treinada e segura em suas funções.

img_01




 
Resultado de imagem para NOTICIAS PNG

 

 

 

Hospitais sem alvará de incêndios só podem ser interditados

se houver iminente risco à vida, dizem bombeiros

Resultado de imagem para hospitais

,

Apenas a ausência do documento relativo ao PPCI não provoca o fechamento das unidades de saúde

 

Mesmo com ausência do alvará  que valida o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI), hospitais só podem ser interditados havendo constatação de iminente risco à vida. Isso ocorre quando são descumpridas as cinco normas mínimas de prevenção: saídas de emergência desobstruídas, extintores de incêndio suficientes, sinalização adequada, iluminação de emergência e treinamento de pessoal, a chamada brigada de incêndio. Levantamento de GaúchaZH aponta que apenas três dos 36 hospitais de Porto Alegre têm alvará de combate a incêndios.

— Não se interdita apenas pela falta de documentação. Ausência de PPCI não é sinônimo de inexistência de prevenção instalada. Raras são as interdições, pois, para a gente fazer isso, tem de estar em vias de acontecer alguma coisa — pontua  o chefe da Divisão de Segurança Contra Incêndio do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, major Ederson Fioravante Lunardi.

incêndio no Fêmina é citado como exemplo de hospital sem PPCI, mas com plano de ação. Situação assim ameniza, mas não elimina os riscos, considera o oficial:

 

— Hospitais e asilos, que são locais com dificuldade de locomoção e retirada das pessoas, são problema. É claro que (o Fêmina) tinha alguma prevenção, porque a brigada de incêndio evacuou o prédio, e os bombeiros só precisaram combater o fogo. A retirada rápida das pessoas evitou tragédia maior. Mas isso serve de alerta — comenta.

O engenheiro civil Telmo Brentano, especializado em incêndios, explica que são importantes áreas de refúgio em hospitais: espaços isolados por uma porta corta-fogo com uma saída por escada. Ele alerta para os altos riscos de episódios como esse em uma casa de saúde:

— A maioria das pessoas em enfermaria necessita de apoio para se deslocar. Muitas estão inconscientes, como em uma UTI, e outras imobilizadas. Então, precisam de ajuda. E aí se faz a pergunta: será que há treinamento no hospital para uma situação de emergência? Será que os responsáveis têm treinamento periódico, sabem como agir, o que fazer em uma situação dessas? É tudo uma questão de gestão. (…) Mas aí entra um elemento importante que se chama fator humano, a negligência humana em tudo. Essa parte de incêndio, que é relativamente nova, sempre fica para o final — avalia. 

Legislação dificulta aplicação de multas

O major Lunardi reclama da subjetividade das leis que tratam do tema quando o assunto é multas. Ele diz que o Corpo de Bombeiros sente-se inseguro e que, por isso, nenhuma multa foi aplicada em Porto Alegre desde a sanção da Lei Kiss, em 2013. Mas isso vai mudar em 27 de junho, quando entra em vigor a resolução técnica nº 5 parte 6, garante. O documento estabelece procedimentos administrativos para fiscalização e aplicação das penalidades decorrentes do descumprimento. As penalizações previstas variam de R$ 1.465,17 a R$ 2.734,98. A opinião do oficial é partilhada pelo diretor da Escola de Engenharia da UFRGS, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho :

— É preciso um decreto regulamentador, pois a aplicação das multas ficou em uma zona cinza — avalia.

O engenheiro civil Telmo Brentano afirma que a Lei Kiss ainda precisa de aperfeiçoamentos. Ele defende que já existe, no país, uma legislação avançada e que é a mais eficiente na prevenção contra incêndios:

— Eu sigo a legislação de São Paulo, que é a melhor do Brasil. Dezoito Estados já seguem. Aqui, no Rio Grande do Sul, estão reescrevendo a legislação da Kiss e tem muitas coisas que não estão em vigor. Bastaria aplicar a legislação de São Paulo, que está atualizadíssima, apenas com adaptações. Sempre penso que a legislação deveria ser mais pé no chão, mais objetiva. Mas a Lei Kiss já é um avanço em relação à anterior — defende. 

Crítico à falta de prevenção em edificações, Brentano alerta que a cultura no país precisa mudar: 

— Como muitos hospitais são antigos, os prédios devem sofrer adaptações. Só que elas são complicadas, porque não estavam previstas originalmente. Há falta de dinheiro, não existe gestão que impulsione, então o negócio vai se enrolando por anos até que seja resolvido. Se acontece um incêndio, aí todo mundo lembra que tem que fazer alguma coisa. O brasileiro não é proativo, não previne: ele reage.

Corpo de Bombeiros pretende intensificar a fiscalização, com forças-tarefas, algo que não acontece atualmente — nenhum trabalho de fiscalização nos hospitais foi feito recentemente. O major garante que efetivo há: em Porto Alegre, dos 250 bombeiros, 52 trabalham exclusivamente no setor de prevenção de incêndios.

 

Três formas para obter o alvará no RS: 

1 – Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB)

Para edificações de até 200 metros quadrados. Proprietário precisa declarar existência de extintores e de brigada de incêndio, além de saídas, sinalização e iluminação de emergência. 

2 – Plano Simplificado de Proteção Contra Incêndio (PSPCI)

Exigido para prédios com até 750 metros quadrados. Proprietário também tem de declarar existência de extintores e de brigada de incêndio, além de saídas, sinalização e iluminação de emergência. Válido por 5 anos.

3 – Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI)

Para imóveis acima de 750 metros quadrados ou que ofereçam risco, como posto de combustíveis, é exigido o plano completo, chamado de PPCI. Alvará de hospital tem validade de cinco anos. Não havendo mudança estrutural, não há necessidade de elaboração de novo PPCI, apenas pedir a vistoria para renovação do alvará ao fim do período.

 

GaucháZH

12/03/19




Incêndio atinge parte de módulo da Penitenciária de Canoas

De acordo com a Susepe, cigarro aceso teria provocado o incêndio. Chamas foram controladas sem afetar funcionamento da casa prisional.

 

Foto: Leandro Rodrigues

Um incêndio atingiu na segunda-feira (26) parte do módulo dois da Penitenciária de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Superintendências dos Serviços Penitenciários (Susepe), as chamas começaram em um depósito depois de um preso jogar um cigarro aceso. O incidente, no entanto, não afetou o funcionamento da casa prisional.

No final de semana, o Instituto Penal de Carazinho, no Norte do estado, também foi atingido por um incêndio. Por conta da situação, os presos deverão continuar abrigados na casa de parentes, uma vez que que o local não tem espaço para realocar os detentos.

Engenheiros da Susepe estiveram no prédio em Carazinho para avaliar os estragos provocados pelo incêndio iniciado na tarde de domingo (25). Em menos de 15 minutos o fogo destruiu praticamente toda a estrutura do albergue penal, que fica ao lado do presídio. Ninguém ficou ferido.

A autorização judicial para que os presos permaneçam na casa de parentes vale até a quarta-feira (28), dia no qual a direção da penitenciária esperar receber o laudo técnico da Susepe sobre a situação do prédio.

Nos últimos dias foram registrados incêndios também nos presídios de Osório, no Litoral Norte do estado, e em Dom Pedrito na Região da Campanha.

 

FONTE TEXTO: RBS TV

 



 

Incêndio atinge Instituto Penal do Presídio Estadual de Carazinho / RS

Segundo a Susepe, nenhum preso ou servidor ficou ferido. Os três alojamentos do instituto foram afetados.

 

 

 Um incêndio atingiu o Instituto Penal do Presídio Estadual de Carazinho, no Norte do Rio Grande do Sul, no início da tarde deste domingo (25). De acordo com a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), ninguém ficou ferido.

Segundo o diretor substituto do presídio, Éberson Tapia de Oliveira, o fogo teria começado por volta das 13h20, pouco antes dos presos irem para o banho de sol no pátio. Os três alojamentos do instituto foram afetados, um deles com menor gravidade.

“Quando eles estavam saindo se percebeu a presença de fumaça. Começou pouco, mas o fogo se espalhou logo porque tem muitos colchões no local”, afirma Oliveira.

Ainda não se sabe o que provocou o incêndio. As chamas já foram controladas pelos bombeiros. Falta decidir o que será feito com os presos que ocupavam os alojamentos afetados.

“Não tem como voltarem, os locais estão destruídos. Vamos decidir agora o que fazer”, explica o diretor substituto.

O Instituto Penal de Carazinho abriga 108 presos do regime semiaberto. Com o incêndio, o juiz responsável pela Vara de Execuções Criminais de Carazinho concedeu prisão domiciliar aos detentos, que foram liberados para passar esta noite em casa.

Cinquenta e sete deles, que não possuem trabalho externo, devem se apresentar às 9h desta segunda-feira (26). O restante, deverão se apresentar às 19h, após a jornada de trabalho.

Uma reunião marcada para a tarde de segunda-feira irá definir quais as medidas serão adotadas.

FONTE: G1 RS

 



 

CBMRS realiza reunião junto a Promotoria do Torcedor

 

 

Nessa quinta-feira (22), o Departamento de Segurança, Prevenção e Proteção contra Incêndio (DSPCI) esteve reunido com a Promotoria de Justiça Especializada do Torcedor para tratar de assuntos relevantes como possíveis ações integradas para implementação e fiscalização da segurança contra incêndio nos estádios. Também trataram sobre a atualização da Resolução Técnica específica para aquelas ocupações e o estabelecimento de procedimentos e padronização para emissão em âmbito estadual dos laudos técnicos de segurança e combate a incêndio e pânico, determinado pela Lei Federal nº 10.671/2003 (estatuto do torcedor).

Participaram da reunião o diretor do DSPCI, coronel Cesar Eduardo Bonfanti, o Chefe da Seção de Normatização, major Eduardo Estevam Camargo Rodrigues e o promotor de justiça, Sr. Ricardo Schinestsck Rodrigues, da Promotoria de Justiça Especializada do Torcedor.

 

TEXTO E FOTOS: CBMRS

 

 



 Tenentes da Turma Leões de Pedra

 

 

Na última segunda-feira (19), o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS), coronel Cleber Valinodo Pereira, acompanhado do diretor da Academia de Bombeiros Militares (ABM), tenente-coronel Lúcio Alex Ruzicki e dos novos Tenentes, formados na Turma Leão de Pedra, foram recepcionados em uma reunião-almoço no Palácio Piratini pelo excelentíssimo governador do Estado, senhor José Ivo Sartori e pela primeira-dama senhora Maria Helena Sartori, paraninfa da referida Turma.

Os Bombeiros Militares formaram-se no dia 02 de março, no ginásio do Sesc Protásio Alves.

 

TEXTO E FOTOS: CBMRS

 



Guarda-vidas Mirim em Porto Alegre

 

Neste sábado (10), aconteceu na Igreja Maranata, em Porto Alegre, mais uma edição do Projeto Guarda-vidas Mirim. Foram 120 crianças juntas de seus familiares, totalizando 258 pessoas.

Crianças com idade entre seis e 12 anos receberam orientações sobre os perigos no mar, significado das cores das bandeiras na beira da praia e os cuidados necessários para um banho seguro no mar, rios, lagoas, piscinas e todos os locais considerados balneáveis!

 

TEXTO E FOTOS: CBMRS

 



 

Suspensão de concurso – Capitão Bombeiro Militar

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) informa que, em decorrência do Processo de Inspeção Especial nº 321-02.00/18-3 instaurado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, os concursos públicos para o Curso Superior de Polícia Militar (Edital DA/DRESA nº CSPM 01/2018) e Curso Superior de Bombeiro Militar (Edital DA/DRESA nº CSBM 01/2018) estão suspensos.

 

TEXTO E FOTOS: CBMRS

 

 




Casa no padrão europeu é 25% mais barata, resiste a tremores e fica pronta em menos de uma semana


Você acharia interessante se eu te falasse sobre casas resistentes à terremotos, aqui no Brasil? Mas e se eu te falasse que além de a casa ser extremamente forte e resistente, elacusta 25% menos, se comparada às casas tradicionais? Opa, agora eu tenho certeza de que você parou para prestar mais atenção. Mas além de todos esses “prós”, ela também resiste à ventos de até 300km/h, impressionante, não?

Casa-inteligente-blog-da-engenharia-8

Um projeto baseado em nanotecnologia, desenvolvido em parceria com o laboratório europeu Open MS, trouxe ao brasil um empreendimento beta, ou seja: a primeira casa sustentável, bio-saudável, com padrão europeu, e inteligente, foi construída no Brasil. A obra foi executada em apenas 6 dias, em Campo Grande – MS.

Todos os componentes da casa são processados em uma máquina, que evita o desperdício de material, e precisa de apenas 4 funcionários para sair do papel e estar pronta. Mas só lembrando que, os 6 dias para a casa ficar pronta, começam a ser contados após a execução do radiar.

Casa-inteligente-blog-da-engenharia-

Além de ser 25% mais econômica, a tecnologia utilizada para “fabricar” essas casas, as tornam resistentes ao fogo, água, e também ao cupim, e você pode escolher o acabamento que melhor se adequar ao seu projeto.

Os autores do projeto estão buscando parceria com o Governo Estadual, para que essas casas cheguem à população mais desfavorecida. Eles prometem entregar 30 casas por mês, ao trabalharem com essas casas mais simples.

Casa-inteligente-blog-da-engenharia-2

Com grande foco em sustentabilidade, é instalado um purificador no cavalete da rua, que é capaz de retirar as impurezas da água antes de ela entrar na tubulação da residência. Há também um purificador de ar, que retira as bactérias do ambiente. Para finalizar, são instaladas placas solares, o que traz uma economia e tanto para o morador.


FONTE: Correio do Estado

 

Novo sistema para encaminhar PPCI começa a valer hoje

 

Cadastramento de dados poderá ser feito pela internet com objetivo de agilizar processo

 

A partir desta segunda-feira (28), os Bombeiros colocam em prática um conjunto de ações para desburocratizar os processos para obtenção dos alvarás de planos de prevenção e proteção contra incêndio (PPCI). Entre as novidades, está a possibilidade de encaminhamento do plano pela internet. De acordo com o tenente-Coronel Cleber Valinodo, chefe do 5º Comando Regional dos Bombeiros, a fila atual tem 680 projetos em Caxias do Sul. A média de espera para liberação chega a 200 dias. É a cidade onde o processo é mais demorado depois da Capital.

Os novos trâmites que entram em vigor nesta segunda buscam agilizar o encaminhamento das demandas.”Antes a pessoa levava o projeto diretamente nos Bombeiros. Agora tem mais uma alternativa para o cadastramento online, para repassar todos os dados para os planos simplificados”, explica o comandante regional. O novo processo vale para imóveis com menos de 750 metros quadrados, caso de um escritório, sala comercial e planos mais simples.

As mudanças foram discutidas pelo 12 comandos regionais em um simpósio realizado nesta semana em Bento Gonçalves. Foram debatidas também medidas internas que possibilitem o melhor aproveitamento do trabalho em função do efetivo defasado dos Bombeiros. No final do mês passado, três quartéis de Caxias do Sul foram fechados por alguns dias em função da falta de pessoal e cortes de horas extras. Na próxima segunda-feira, serão remanejados servidores de Caxias do Sul para Farroupilha para evitar que ele o quartel da cidade fosse fechado, já que a quantidade de horas extras repassadas para o comando não foi suficiente.

A Brigada Militar vai convocar mais de 200 aprovados em concurso na segunda. Serão 39 para os Bombeiros. O comando da Serra ainda não foi informado se receberá parte deste efetivo. Porém, como esta nova leva de nomeados ainda precisará passar por treinamentos, a previsão é de que só comecem a trabalhar no fim do ano. Enquanto isso, a corporação segue enfrentando, todos os meses, as mesmas dificuldades para manter as operações. O quartel da Zona Norte também está com viaturas a menos. O caminhão e uma viatura envolvidos em acidente durante atendimento a uma ocorrência no final de janeiro, seguem aguardando a conclusão de inquéritos técnicos para depois providenciar o conserto.

 

FONTE: Conexão Bombeiro

 28/03/16

 

 

       MAIS 

      AQUI